Na Sertã há um homem que tem feito da Estrada Nacional 2 o palco para mostrar a melhor gastronomia da região. A estrada passa à porta de Jorge Nunes o homem dos "Sabores do Pinhal", e por ela, pelos mais diversos meios, gente que, vinda sobretudo de Chaves, segue ao encontro do Algarve. &n
 
É na aldeia de Penedo que fica o ponto central da Estrada Nacional 2. De lá estamos à mesma distância de Chaves e de Faro. Lurdes Domingues é quem vive mais próximo desse ponto, situado no Pinhal Interior, uma região muito marcada pela pobreza e envelhecimento. Ela habita a primeira casa da pequena aldeia e é também a proprietária da única farmácia de Vila de Rei. Sobre o quilómetro 369 da Nacional 2 Lurdes diz que ali não se passa quase nada. &n
 
Fazemos rádio, na rádio. No arranque da última semana de campanha, montamos a "Tenda Campanha" nos estúdios de rádio da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes. Os jornalistas Pedro Pinheiro e Fernando Alves, com o apoio técnico de Joaquim Pedro, trazem às ondas da rádio as directoras da Escola e do curso de Comunicação Social, o director da Biblioteca Municipal, a presidente de uma associação cultural, uma estudiosa dos "Cantares da Serra" e um mestre em guitarra clássica. Sofia Mota Directora da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes. Hália Costa Santos Directora do curso de comunicação social. Francisco Lopes Director da Biblioteca Municipal. Lurdes Martins Presidente da associação cultural Palha Abrantes. Graziela Jacome Há 1 ano em Abrantes. Está a fazer doutoramento na universidade de Cáceres. Estuda o grupo musical “Cantares da Serra”, de Mação. José Horta Licenciado e mestre em guitarra clássica. Director do curso básico de música na escola Manuel Fernan